Waldir Maranhão acompanhando o então pré-candidato a governado do Maranhão, Flávio Dino, nas audiências públicas  “Diálogos pelo Maranhão” que aconteceu em Grajaú organizada pela presidente do diretório municipal do PCdoB, Simone Limeira (Foto: Fúlvio Costa).

O presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), decidiu anular as três sessões em que a Casa votou e decidiu pelo prosseguimento do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Ele determinou que uma nova votação aconteça no prazo de cinco sessões “contadas da data em que o processo for devolvido pelo Senado à Câmara”.

Segundo nota, ele acolheu parte dos argumentos do ministro José Eduardo Cardozo, da Advocacia-Geral da União (AGU), que disse terem ocorridos “vícios” no processo.

Veja Nota

nota-valdir-maranhao1nota-valdir-maranhao2