O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encaminhou um novo pacote de pedidos de abertura de inquérito contra políticos, desta vez a partir da delação premiada do senador Delcídio do Amaral. Entre os alvos do pedido está Aécio Neves, senador que comanda o PSDB, maior partido de oposição do país.

Janot quer ouvir Aécio num prazo de 90 dias. O pedido do procurador-geral ocorre num momento em que os tucanos buscam um acordo para integrar um eventual governo Temer, caso o afastamento de Dilma Rousseff seja mesmo confirmado pelo Senado no dia 11.