Pelo menos 246 pessoas morreram e 2.527 ficaram feridas no terremoto que atingiu o Equador na noite de sábado. O tremor, de magnitude 7.8, é o maior desde 1979. Os efeitos foram percebidos no Peru e na Colômbia. O presidente equatoriano, Rafael Correa, declarou estado de emergência no país.