Professores da rede pública municipal paralisaram as atividades nesta terça-feira (10). O protesto foi convocado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimento de Ensino Público e Particular de Grajaú (Sinteegra). A paralisação deve durar três dias (10, 11 e 12 de maio).

Uma das principais reivindicações é o pagamento do reajuste de 11,36% no piso salarial de todos os profissionais da educação, entre eles, professores, agentes escolares, vigias, motoristas e AOSD (Zeladores).

O movimento é pelo cumprimento da lei do piso salarial estabelecido pela Lei 11.738/2008 que garante o aumento no 1° de janeiro de cada ano. Professores defendem que a paralização seja também pela exigência da merenda e do transporte escolar, aulas parciais, e contra o assédio moral que vários professores vem sofrendo na atual administração.

A categoria oficializou todas as autoridades competentes sobre a paralisação. Veja oficio.

oficio-paralizacao-sinteegra