Com o anuncio da paralisação de advertência de três dias deflagrada pelo o Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimento de Ensino Público e Privado de Grajaú (Sinteegra), o prefeito municipal de Grajaú, Júnior de Sousa Otsuka, uso as redes sociais para pedir compreensão aos profissionais da educação por não poder pagar o reajuste salarial de 11,26% no momento.

“…no momento não podemos dá esse valor, haja vista que vai aumentar a folha em mais de 300 mil, e não temos de onde tirar, pois essa já é comprometida em mais de 90%…”, explicou o gestor.

Otsuka pede para que os profissionais continuem exercendo as suas funções até que possamos encontrar uma solução viável para o caso.

Ainda na mensagem, o prefeito diz que a paralisação alegrará a oposição que deseja voltar aos ruins tempos.

Veja nota na integra

BOM DIA A TODOS QUE FATO FAZEM A EDUCAÇÃO EM GRAJAU. Todos sabem da nossa luta pra manter os salários em dia é manter o trabalho funcionando, mesmo em tempos difíceis nunca negamos nenhum benefício à classe, porém sabemos das dificuldades que passa o país, o Estado e o município.

Todavia recebi um comunicado do SINTEGRA, que deseja paralisar as atividades educacionais por causa do reajuste que no momento não podemos da esse valor haja vista que vai aumentar a folha em mais de 300 mil, e não temos de onde tirar, pois essa já é comprometida em mais de 90%, assim peço a vocês que continuem exercendo as suas funções até que possamos encontrar uma solução viável para o caso, mas parar as aulas não seria bom para os alunos pois seriam os únicos prejudicados.

Assim aguardo a compreensão de todos. Pois os únicos que se alegrarão será a oposição que deseja voltar aos ruins tempos. Abraços a todos! Pref: Otsuka