Foi o que aconteceu na quarta-feira (4), último dia para o eleitor requerer inscrição eleitoral ou transferência de domicílio, também para o que mudou de residência dentro do município pedir alteração no seu título eleitoral.

O problema é que todo mundo deixou para última hora, típico da cultura brasileira, gerando prejuízo e desconforto; muita gente ficou sem poder requerer ou transferir seu título por falta de tempo; o cartório fechou as portas às 18h.

Segundo a chefe do Cartório Eleitoral, Lena Alves, a Justiça Eleitoral colaborou muito com a população, disponibilizando os dias de sábado e domingo para atendimento, mais que não houve adesão dos cidadãos; poucas pessoas compareceram nestes dias.

Fique atento e acompanhe o Calendário Eleitoral. Clique aqui