Manifestantes fizeram novo protesto contra Temer ontem. Em São Paulo, cerca de 3.000 pessoas, segundo a PM, realizaram uma passeata na zona oeste da cidade, em direção à casa do presidente interino. Bloqueado pela polícia antes de chegar ao destino, o grupo resolveu acampar nas proximidades.

No fim da noite, a Polícia Militar dispersou os manifestantes acampados com jato d’água, bombas de gás lacrimogênio e bombas de efeito moral. No próprio domingo foi criada uma área de segurança nacional no perímetro que envolve a casa de Temer na capital paulista.

Grupos contrários ao afastamento temporário de Dilma Rousseff do Palácio do Planalto realizaram atos em outras capitais do país.

A Virada Cultural paulistana no fim de semana também foi marcada por protestos contra o governo interino.