Dilma Rousseff fez ontem um paralelo entre a situação brasileira e a turca. “Lá [na Turquia], você tem um machado que quebra a árvore da democracia, enquanto no golpe parlamentar [no Brasil] são parasitas atacando a árvore”, disse a presidente afastada em discurso a estudantes no ABC Paulista.

Os paralelos feitos pela petista entre sua situação e a de outros líderes depostos na história recente é recorrente. Além da Turquia, ela já usou como exemplo os casos do Paraguai e de Honduras.