Temer deu posse ontem para o novo ministro da Cultura, Marcelo Calero. O presidente interino fez um mea-culpa por ter anunciado a extinção da pasta, medida posteriormente revogada em meio a fortes protestos.

Publicidade