Em votação nesta madrugada, o Congresso aprovou a mudança da meta fiscal com a elevação do déficit primário de R$ 96,7 bilhões para R$ 170,5 bilhões em 2016.

A mudança da meta é a primeira vitória do governo interino de Michel Temer no Congresso. A sessão de 16 horas que votou a proposta foi conturbada, marcada por provocações entre os congressistas da base do governo e da oposição.

Publicidade